A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL
Terça-feira, 17 DE Outubro 2017

 

 

UM BENFICA TÃO DOTADO

 

Tem a graça da luz tão apetecível
Num voar que não falha nem se desvia
No Estádio fica um doce brilhar visível
Tanto de noite como de dia
De onde vem essa beleza de tão agrado?
Dos seus adeptos que dizem ser um bem
Porque amam o Benfica tão dotado
P´lo vou da Águia, em seu vai e vem
 
Oh! como o mais belo, belo resplandece
No dócil voar da Águia garbosa
Voando p´ra paixões que gente merece
O soberbo espectáculo da Luz vitoriosa  
Este é o clube por Deus abençoado
E p´la natureza que sorri p´ra estrela cintilante
P´lo seu povo é loucamente acarinhado
Em seus corações de vermelho cativante

50 - De: Fernando Ramos    

 

publicado por aguiapoeta às 19:11

 

 

UM BENFICA TÃO DOTADO

 

Tem a graça da luz tão apetecível
Num voar que não falha nem se desvia
No Estádio fica um doce brilhar visível
Tanto de noite como de dia
De onde vem essa beleza de tão agrado?
Dos seus adeptos que dizem ser um bem
Porque amam o Benfica tão dotado
P´lo vou da Águia, em seu vai e vem
 
Oh! como o mais belo, belo resplandece
No dócil voar da Águia garbosa
Voando p´ra paixões que gente merece
O soberbo espectáculo da Luz vitoriosa  
Este é o clube por Deus abençoado
E p´la natureza que sorri p´ra estrela cintilante
P´lo seu povo é loucamente acarinhado
Em seus corações de vermelho cativante

50 - De: Fernando Ramos    

 

publicado por aguiapoeta às 17:53
Segunda-feira, 16 DE Outubro 2017

 

 

157.jpg

 

NÓS SABEMOS 

 

Saberão os adversários

Das coisas que o Benfica sabe?

Eles sabem, ó se sabem

E até conhecem os podres

Do que andaram a fazer

Tanto da sua dimensão

Como da sua indignidade

E o Benfica sabe

Que o futuro deles

Os levará ao poço mais

Profundo da batota

Por eles criada

No tamanho da sua pequenez

E sabem da forma mais negativa

Do desporto que os levou

A conseguir titulos 

Faltando-lhes coragem

Para pedir desculpa pela 

Terrivel podre mentira 

Que os vai empobrecendo

No Desporto

 

De: Fernando Ramos

publicado por aguiapoeta às 17:34
Domingo, 15 DE Outubro 2017

 

 

NÓS AMAMOS O BENFICA

 

Todos os dias, todos os anos

Nas ruas, nas casas e no Estádio

Ou até onde vai o silvar do vento

Filhos, pais e avós num belo fado

Vivem o ritual dos dias e das noites

Da glória que acende a chama que fica

Na bela história soberba, prós adeptos

Que amam, e só amam o BENFICA

  

Suas gargantas doem de tanto cantar

O hino que soa dentro do coração

Junto da chama imensa a brilhar

Só p´ra quem ama o grandioso BENFICA

 

É a ordem natural das coisas

Que nos leva a ir por aí

Na garupa dum cavalo Lusitano

De bandeira ao vento na mão

Gritar ao bom tempo e à chuva

Que nós... Que nós...

Só amamos, só amamos

O enorme BENFICA

 

E nas manhãs embutidas

Em tambores de glória

Banhadas na cristalina luz do sol

Como um sonho de clamor fundido

O fiel adepto grita bem alto

"AMAMOS-TE MAIS QUE O MUNDO"

BENFICA tu viverás

Eternamente connosco!


49 - Fernando Ramos

publicado por aguiapoeta às 19:17
Sábado, 14 DE Outubro 2017

  

 

UMA LÁGRIMA E UM SORRISO

 

Uma lágrima e um sorriso

Qual este segredo?

Apenas o nosso clube

Que tanto amamos

Se banha neste enredo

 

Nele vai a nossa lágrima

E um bom sorriso

Ele merece todas as lágrimas

E todos os sorrisos do mundo

Por ser o clube que faz a diferença      

Amando e respeitando os adeptos

seus fieis seguidores

 

Ele é a verdadeira chama imensa

Crepitando bem fundo

Dos nossos corações

 

P´lo  BENFICA

Uma lágrima

E um leal sorriso

Que bom!

 

48 - de: Fernando Ramos

publicado por aguiapoeta às 19:59
Sexta-feira, 13 DE Outubro 2017

 

 

ORFEÃO DO BENFICA


As estrelas cintilam envaidecidas no céu

Ao som do hino “ser Benfiquista”

Deus, corre cortinas destapando o véu

P'ra ver actuar o Orfeão com seu Ensaísta


Já mais de meio século passou

No brando ardor de tantas gargantas

Cantaram o Benfica, que muitos ensinou

Ser este o clube, das glórias Santas


Os Sagrados Anjos celestiais

Juntam a voz às gentes do Orfeão

Cantando com eles hinos espirituais

Ao seu Benfica grande campeão!


Pela batuta do Maestro que balança

Sobre a pauta de belas melodias

O coro se afina, em forte aliança

Num rico refrão p'ra tantas alegrias:

 

 

Somos campeões

Campeões

Campeões


Embevecidos por admiráveis palcos

Vibrando p'lo hino de Luís Piçarra

Sopranos, Baixos, Tenores e Contraltos

O elevam em clamor banhados de garra


E, em harmonia ensaiam de amores

Suas vozes de vermelho vestidas

Seus olhares são rios multicores

No firmamento das palavras benditas

 

 

BENFICA

BENFICA

BENFICA


Cantado na paixão mais pura do mundo

Embebida no perfume da bela poesia

Inundando de brilho o símbolo profundo

P´rás vozes do coração desfrutar a magia


O Orfeão, do cristalino clube perdurará

P'los tempos envoltos de boa memória

À voz doce e generosa restará

Cantar p'lo mundo, a maravilhosa história

 

 

47 - de: Fernando Ramos

28 Maio 2009

 

Pelos 52 anos do Aniversário do ORFEÃO

Do BENFICA


www.aguiapoeta@blogs.sapo.pt

publicado por aguiapoeta às 18:15
Quinta-feira, 12 DE Outubro 2017

 

 

O SÍMBOLO DAS VITÓRIAS FARTAS


Ama-se em puro silêncio

Quando não se tem

Outra forma de amar

O clube do coração

  

E percorro o Estádio da Luz

Meu cantinho nunca abandonado

E tomado de alegria vou lá sempre

E não vejo ninguém solitário

Na Catedral da liberdade


Oh que feliz meu destino

E que perfeita realidade

É o doce calor dum amor superior

Que me dá forças p´ra continuar

A viver, a sofrer e a sorrir

Pelo Benfica dentro meu interior


O silêncio cai em mim

Não importa gritar

Ouviria minha voz

Cantando musicas de amor

A ecoar tão nobre clube

Com a resposta desejada

Da bandeira tão amada

Que vejo desfraldada ao vento

No mastro mais alto da Luz

Batendo o louco coração

Tão profundo sentimento


Resta-me a boa resignação

De amar com o silêncio

O símbolo das vitórias fartas

Porque não existe em mim

Outra forma de gostar

De tão nobre realidade

Da bandeira que flutua pelo

Firmamento infinito


46: Fernando Ramos

 

publicado por aguiapoeta às 18:42
Quarta-feira, 11 DE Outubro 2017

 

 

SOFRIDA VITÓRIA

 

Visto-me de branco e vermelho
Dos mais requintados trajes de sedas
E caminho pró Estádio abençoado
Das belas cores vermelhas de açucenas
Cantarolando um poema ao Benfica num fado
 
Cubro-me do meu perfeito clubismo
Rodeado do vermelho das rosas renascidas
Mergulho no pólen da vida com romantismo
Vendo brotar brilhantes vitórias sentidas
 
E p´las palavras ao clube adubo a calma
Semeando versos enaltecidos
Na certeza de ele ganhar com alma
Em Estádios vistosamente coloridos
 
E vagueio ávido pelas palavras
Como um fervoroso adepto atrevido
Bebendo nas sílabas lavradas
O belo e doce símbolo destemido
 
E ao Benfica de amor me enlaço
Decifrando a sua sábia historia
À multidão oferto meu abraço
Nas noites bonitas de sofrida vitória
 
de: Fernando Ramos     -     45
 

 

publicado por aguiapoeta às 21:05
Terça-feira, 10 DE Outubro 2017

 

 

SORRINDO PELA ÁGUIA VITÓRIA

 

Quantas vezes vamos ao estádio a correr
P´ra ver o nosso Benfica jogar
Quantas vezes mais teremos de sofrer
Só pró Benfica outra jornada ganhar
 
Quantos voos  tem a Águia de percorrer
Antes que a criança sorria de felicidade
Só porque o seu brinquedo vai jogar
Num palco feliz colorido de liberdade
 
A resposta meu amigo adepto
está na honra e na verdade
Aquela verdade que nos querem tirar
Só porque vencemos com mérito
Com raça, na pura força imensa
Que vem bem dentro da alma
 
Quantas vitórias mais vão guardar
As camisolas tão bem amadas
Serão muitas mais, fazendo sonhar
Tantos adeptos das vestes encarnadas
 
Quantas vezes precisamos de ver a Águia voar
Pelas nuvens infinitas perto do coração
Até que nossos olhos parem de pestanejar
Por seu brilho lavar a força da razão
 
Quantas vezes teremos de olhar pró céu
Sorrindo p´lo voo da Águia Vitória
Ela é a nossa chama imensa sem o véu
Que nos cobre de alegria e glória

 

44 - Fernando Ramos



publicado por aguiapoeta às 19:30
Segunda-feira, 09 DE Outubro 2017

  

 

MEU BENFICA


P´ra ti escrevo

Meus poemas

De incentivo

E de decepcão

E outros tantos de amor

 

 

Escrevo em poesia

Dizendo-te:

Como por vezes

Estou zangado

Porque um justo resultado

Nos foi estranhamente privado

 

Outras vezes, outras vezes

estou feliz

Muito, mesmo muito feliz

 

Sabes...

A tua história nos aconchega

E nos espreita e aquece

Docemente a alma

Deixando-nos cada vez mais

Sequiosos da tua grandeza

E dia, após dia

Sou o teu mais fiel adepto

 

Peço ao vento e à brisa

Que leve pró Estádio

A minha emoção

Os meus afagos

Os meus abraços

Ficando p´ra mim

As lágrimas

E por vezes muitas lágrimas

Mas estas de alegria

Guardando-as bem dentro de mim

Porque tu, meu Benfica

Nunca me desiludes

Nem à tua multidão

Que vibra, e sofre por ti

em cada tarde e cada noite

 

Pena é o mal que te fazem

Com invejas e inverdades

Que são o nosso desgosto

E nosso desassossego

E só os teus momentos mágicos

Nos dão força prós combater

Vincando bem no nosso símbolo

A honra, a raça, e a fascinação

De ser Benfica

 

Tu és a nossa paixão

E trilhas a chama imensa

Da nossa felicidade

Tão bela como um

Nocturno de Chopim

Ou como um poema à vida

Que nos entontece o coração

por tão bela arte que tu és

 

43 - Fernando Ramos

 

publicado por aguiapoeta às 18:50
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Posts mais comentados
blogs SAPO