A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL
Quarta-feira, 15 DE Novembro 2017

 

 

ADEPTOS LEAIS

 

Somos adeptos leais

Do Benfica que tanto amamos

E nas suas vitórias fatais

Deslumbramo-nos

P´los golos que gostamos

 

Damos tudo p´lo Benfica

Até o nosso coração vermelho

Que sofre de amor fecundo

 

Damos tudo p´lo Benfica

E também choramos p´la Águia

Voando pelo céu sem fundo


Damos tudo p´lo Benfica

E este é tão belo desejo

Como vencer um título no mundo


Damos tudo p´lo Benfica

E sorrimos pelo voo da Águia

A caminho do céu profundo

 

Damos tudo pelo Benfica

E este é o maior festejo

Desde que o mundo é mundo

 

Somos os adeptos leais

Do Benfica que tanto amamos

E por suas vitórias fatais

Deslumbramo-nos

P´los golos que gostamos

 

55 - Fernando Ramos

30.1.2010

publicado por aguiapoeta às 19:40
Segunda-feira, 13 DE Novembro 2017

 

 

A AGUIA É A NOSSA VITÓRIA


A nossa águia é um espanto

Gostamos muito de a ver

E no seu belo voo rasante

Leva seu assombro vencer


Nela está a nossa rica história

Na sua força a nossa grandeza

Em seu voar brilha nossa  memória

De vencer com toda a beleza


É a águia de tanta alegria

Que nos levas à glória

Nas asas suporta simpatia

Empurrando-nos p’ra vitória


Observamo-la lá nas alturas

Sentindo enorme emoção

Aos adversários causa tonturas

E em nós, o aperto no coração


E esse seu voo picado

Todos nós apreciamos

O adversário fica maravilhado

Mais tarde o relembramos


Ela é o símbolo da vitória

E que bem que lhe fica

É o orgulho da bonita história

Do nosso glorioso BENFICA


Benfica, meu amor

A águia é a nossa ternura

Tuas vitórias tem especial sabor

Que nos leva à doce loucura


Ganhar, e sempre ganhar

Só o Benfica faz com tanta raça

No golo a Águia mais alto vai voar

E os sócios gozam cheios de graça


54 - de: fernando ramos


publicado por aguiapoeta às 18:35
Domingo, 12 DE Novembro 2017

 

 

SACANAS SEM LEI


São vassalos de culto mafioso

Os cobardes do silêncio fratricida

Atacam ferozmente o bem precioso

De gentes felizes com a vida

 

São protegidos, sabe-se lá por quem

Os que pactuam com a monstruosidade

Inventam a história que lhes convém

Do clube azul e branco da invicta cidade


Actuam p´la calada da noite

Às ordens do chefe do bando

Merecendo o severo açoite

Que os aguarda em tempo brando

 

Vandalizam as dignas casas

Entre a hipocrisia e o cinismo

São tristes actuações desfazadas

Vividas no seio de puro terrorismo


São bandos de criminosos com rei

Que as gentes e casas do Benfica atacam

Destilam ódios de vai e vem

Julgando que a bela história matam

 

Mas a grandeza do Benfica nasceu

Nas convicções de homens de bem

E sua razão sempre venceu

A inveja daqueles que nada tem


Não convivem de espinha direita

Com o símbolo que milhões têem

Sonham com a maldade perfeita

Os reles ignóbeis, sacanas sem lei


53 - de: Fernando Ramos

 

publicado por aguiapoeta às 19:31
Sábado, 11 DE Novembro 2017

 

 

 

 

SONETO P´RA UM CAMPEÃO

 

Quando desaparece um  campeão

A vida faz-nos uma maldade

Fica a mágoa e a dor no coração

P´lo negro aproximar da saudade

 

Atleta leal, partes e nos deixas triste

E no céu vais sorrindo p´ra tua gente

No Benfica, teu nome persiste

P´ra sua grandeza permanente

 

És um campeão em nosso caminho

E nos estádios a nossa gloria

Num soneto, te elevamos com carinho

 

E no museu guardamos-te p´ra futura memória

Sobre o sagrado manto de mística história

Que adornou tua sublime tranjectória

 

52 - De. Fernando Ramos

publicado por aguiapoeta às 16:59
Sexta-feira, 10 DE Novembro 2017

 

 

CHOVE PRATA NO ESTÁDIO

 

Se nos tirarem a Águia
 
Tiram-nos o sorriso
Tiram-nos a vontade de viver
Tiram-nos as estrelas do céu
Tiram-nos a brisa suave da vitória
Tiram-nos as fragrâncias da primavera
 
Por isso a Águia será eterna
Por isso…
Ela é a chama imensa da liberdade
 
Se nos tirarem a Águia
Bom…
 
Nesse dia beijam-se os ventos nos vales
Ouvir-se à gélidas sinfonias
Nossos corações
Voarão por aí desvairados
Não adormeceremos mais
Sobre o sono cobiçado
Nem gritaremos mais
As saborosas vitórias
Nas mais belas tardes e noites
De glória sem fim
E não cairão gotas de cristal
Na árvore do clube celestial
Que enfeitam o mais belo jardim
 
Que esta profecia
Não seja o nosso desalento
Porque nesse dia pró Benfica
Irá chover lágrimas de prata
No Estádio da Luz
 
51 - De: Fernando Ramos   -          

 

publicado por aguiapoeta às 21:44
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Posts mais comentados
blogs SAPO