Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁGUIA POETA

A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL

ÁGUIA POETA

A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL

13 - SER BENFICA É

28.06.16, aguiapoeta

 

 

 

SER DO BENFICA É

 

Ser do Benfica é

Amar a Águia garbosa e altiva

E vê-la nas alturas dos campeões

Flutuando nas iluminadas penas

P’lo Estádio de todas as paixões

 

Ser do Benfica é

Acompanhar a equipa

E viver o hino da sua origem

“Avante Benfica”

Ou, ouvir os sons celestiais

Do “Ser Benfiquista”

Na voz maravilhosa

De Luís Piçarra

 

 

Ser do Benfica é

Não ter explicação p´ra fé

Que nos guia à divina gloria

É sentir aquele aperto...

Que por vezes

Nos faz pensar que só o milagre

Pode salvar a equipa da derrota

Quando a verdade nos foge

A única verdade desportiva

Que o clube e seus adeptos

Tanto, tanto respeitam e amam


Ser do Benfica é

Ser maior, transportar no peito alegria

E a chama imensa, que é seu sol

E o sol do símbolo

Das papoilas saltitantes

Que brotam nas camisolas berrantes

Como num poema dedicado

A mais uma jogada magistral


Ser do Benfica é

Ter a Águia no coração

Que é livre, e livre voa

Ao sabor do vento no sentido

Das multidões seduzidas p'lo grito

Do slb, slb, slb

Que entoa suas glorias

Enquanto ultrapassa o descrédito

Que os falsos profetas espalham

 

 

Ser do Benfica é

Ser do imaculado clube

Que, por vezes é perseguido

E maltratado por corruptos

Mafiosos, e batoteiros sem lei

É ser invejado por mentes

Insolentes e pequenas

Que não constam na história

Ou na memória

De um conto extraordinário

Da verdade e do talento

Dos puros artistas

 

 

Ser do Benfica é

A sedução da poesia eterna

Como a trova do vento que passa

Do poeta Manuel Alegre

É ter milhões de adeptos

De braço dado

Nas tristes derrotas

E nas doces vitórias

Que pelo mundo fora

Flutuam na bandeira

P´los Estádios

Da nossa glória

 

 

Ser do Benfica é

Ter a Mística do saber ganhar

E o culto das pessoas

Que pelo mundo inteiro

Vibram e choram

Pela defesa do seu clube

Com a fé imensa que os leva

No sentido impaciente

Dum amor inexplicável

 

 

Ser do Benfica é

A manifestação de grandeza

É o sentir da dor no coração

Quando a bola caprichosamente

Teima em não entrar

É explicar o que é ser o melhor

Da bela arte, como num andamento

De uma obra de Amadeus Mozartt

Ou do nosso glorioso Maestro

Vitorino D’Almeida

Num concerto ao Benfica


Ser do Benfica é

Ter o Eusébio em sua história

Ser mais que onze jogadores

Correndo atrás da bola

É a perfeita consciência

Da solidariedade humana

E a sublime emoção eterna

Da sagrada camisola

Aos olhos de Deus

 

 

13 - De: Fernando Ramos

3 comentários

Comentar post