Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




16 - FADO AO BENFICA

por aguiapoeta, em 10.02.17

  

 
FADO AO BENFICA
 
Guitarras gemem baixinho
Trinando fados de bem dizer
O fadista canta com carinho
Poemas ao Benfica, de envolver

"Ai, meu glorioso Benfica
Que me partes o coração
Meu canteiro da alma se agita
Por tuas vitórias de paixão"
 
No calor de ambiente amistoso
Canta-se fado bem Português
O povo escuta silencioso
Poesia do símbolo que Deus fez
 
O guitarrista castiço sorri
Porque a dupla é de estalo
O Publico ouve por ali
Poemas do clube que é um regalo
 
"Ai, meu glorioso Benfica
Que me partes o coração
Meu canteiro da alma se agita
Por tuas vitórias de paixão"

Canta o fadista com emoção
Poesia de fidelidade e prazer
Sonhada por poetas de eleição
Pró clube de tanto bem fazer
 
E, vibra-se p'lo seu belo passado
Que é cantado de mansinho
As veias bebem Benfica no fado
Criado p'lo povo em longo caminho
 
Seus adeptos são a grandeza
E a sua sedutora alegria
Eles amam com terna gentileza
O glorioso que é bela poesia
 
E num fado de puro amor
A guitarra embalada chorou
Trina o Benfica com fervor
Nos poemas que a Águia elevou
 
A quente noite de luar vai alta
Quando se ouve um grito bonito
“Viva o slb, slb malta”
Repetindo as gentes num só grito
 
E o povo é feliz p'lo simbolismo
Deste Benfica de amor e arte
Sua história leva o preciosismo
Da genial partitura de Mozartt

"Ai, meu glorioso Benfica
Que me partes o coração
Meu canteiro da alma se agita
Por tuas vitórias de paixão"
 
16 - de: Fernando ramos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D