Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




38 - A ÁGUIA E A BANDEIRA

por aguiapoeta, em 27.09.17

 

 

 

A ÁGUIA E A BANDEIRA


Sonhei que no estádio voava

Sonhei, sonhei que voei

E vi a bela bandeira

Que a Águia transportava

Quando nas nuvens por ela passei


E para lá do horizonte

Bem acima, bem acima

Onde o sol mais perto vai beijar

Passei p´la Águia mesmo de fronte

Do simbolo do Benfica a balançar

 

Inigualável sensação

A que tive, e tão bem senti

Ver a bandeira do meu coração

No bico da Águia próximo de mim


E o beijo do sol caí na luz

Acordando o meu sonhar

É o destino que me conduz

Ao clube do meu amar


Eu sonhei que voava

Sonhei que não estava aqui

Hoje estou onde não estava

Estou onde eu sonhava

No Estádio donde nunca parti

 

38 - De: Fernando Ramos


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:50


37 - JOGADA VIRTUOSA

por aguiapoeta, em 24.09.17

 

 

JOGADA VIRTUOSA


Observo a Águia que assiste

Do portal de seu ninho

À multidão que não resiste

Cantar e vibrar com seu hino

 

E pró povo que veio da rua

O seu estádio que é um tesouro

Elevam o Benfica ao altar da Lua

Agradecendo aos Deuses

O enorme clube de ouro

 

A Lua feiceira e caprichosa

Que brilha mais na noite escura

Desafia a jogada virtuosa

Da camisola vistosa

Que o adversário não segura

 

Os adeptos vivem felizes

P´lo seu clube amado

Seus sorrisos são a luz

Dos atletas do símbolo sagrado

 

Quando a noite cativante vai alta

E a lua p´ró povo sorri

No estádio o adepto grita e salta

Da felicidade que vai por ali

 

37 - Fernando Ramos
21.6.2009

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15


36 - JANEIRAS AO BENFICA

por aguiapoeta, em 23.09.17

  

 

JANEIRAS AO BENFICA


Vamos cantar as Janeiras

Vamos cantar as Janeiras

Ao Benfica da eterna paixão

É um amor profundo sem igual

Habitando no nosso coração


Desejamos Boas Festas

Por este país a dentro

Ás pessoas de Boa vontade

De coração feliz e quente


Vamos ao Estádio da Luz

Do clube de Portugal

Vibrar com alegria

Nas Canções p´ra Catedral


Vamos cantar as Janeiras

Vamos cantar as Janeiras

À Águia altiva e garbosa

Voando p´la bandeira

No Estádio da luz esplendorosa


Não nos cansa este cantar

Cantamos de alma cheia

Aos adeptos que são o primeiro

Do clube do seu amar


Cantamos de coração ardente

Pró Benfica que nos quer bem

Oferece-nos no voo da Àguia

Vitórias de vai e vem


Desejamos golos e bom ano

Com vitórias de muita emoção

Arbitragens sem engano

E ver o Benfica Campeão


Vamos cantar as Janeiras

Vamos cantar as Janeiras

Nas vozes do órfão

Cantando sem canseiras

O Benfica, num belo refrão


36 - Fernando Ramos

6.1.2010

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23


35 - ORAÇÃO DO BENFICA

por aguiapoeta, em 22.09.17

 

 

ORAÇÃO DO BENFICA

 

 

Senhor Deus, p'la brava da noite escura
Envia tua virtuosa luz ao futebol
Pró Estádio, onde a multidão segura
O sagrado manto, seu precioso lençol 

E dá graças, ao virtuoso Benfica
Que de jornada em jornada
Sua história tanto dignifica
Na vermelha prece abençoada

Senhor, a Águia é o nosso diamante
E o símbolo que nos representa
Mora num ninho infinito e cativante
E à sua beira, a multidão se senta
 
Os adeptos não usam ouro, sedas e rubis
Para em teus olhos a glória desfrutar
Não vestem ricos organdis nem cetins
Apenas anseiam o seu Benfica ganhar

E nesta oração do Benfica
Piedosamente se roga por teu carinho
Sabendo-se bem, o que ele significa
Pró povo que corre, em teu caminho

Buscando teu puro amor e devoção
Na companhia dos Anjos Santos
Que no Estádio protegem a multidão
Vibrando p'lo Benfica, nos fieis cânticos

De:Fenando Ramos     -     35
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25


34 - AMADO MANTO

por aguiapoeta, em 21.09.17

  

 

AMADO MANTO


Voa com o vento que sopra

Na terra, no céu e no mar

E na curva do palco

Da roda de sua vida 

Encontra o ninho

P´ra suavemente se abrigar 

 

E nos contornos tatuados

De cada sorriso, de cada olhar

A ave encontra a felicidade

Na natureza do adepto

Que brilha e resplandece

Enquanto observa

A sua Águia garbosa

 

E no élan do seu universo

Não pára de procurar a glória,

No meio do ruído da multidão

Que a espera ao sol, ou à chuva

Ou na noite escura, ou de luar

Até que ela chegue a seu pouso

E bendito sustento como sinal

Pintado de alegria p´lo vermelho

Sua fonte que lhe mata a sede


Não é uma reflexão

Mas sim um espelho

Do Benfiquista que admira a Águia

Tanto como um poema

Em seu amado olhar

Espreitando a alma

Que também quer voar

Pró lugar onde lhe é tudo

 

Residindo lá a brisa

Que nos embriaga

No estádio de tanta emoção

E de tanta fraternidade

Que é o céu

Do vermelho e branco

Do amado manto

De milhões que p´ra amar o Benfica

Só uma vida não lhes chega


34 - Fernando Ramos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D