Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁGUIA POETA

A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL

ÁGUIA POETA

A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL

79 - O CLUBE DA ÁGUIA

03.06.18, aguiapoeta

  

 

O CLUBE DA ÁGUIA

 

Embriagados no silêncio do momento

Estremece a multidão pelo voo real

E na ondulação das nuvens de bom tempo

Levanta a Águia ao céu da Catedral

 

E nos estonteantes carrosséis de olhares

O Espanto não mostra enganos

A Águia parte entre murmúrios e cantares

Sabendo ela como nós tanto amamos

 

E os adeptos do vermelho manto

Observam o esvoaçar da sua menina

No céu do Estádio de tanto encanto

Sobe e desce a pura adrenalina

 

Ouvindo-se a batida descompassada

Dos corações de quem tanto a quer

Que nunca deixam sua fé desviada

Faça o clube da Águia, o que fizer

 

Brilha o sol num céu vermelho e branco

Grita a multidão p´la Águia Real 

E o clube da Águia tem tanto encanto

Prós adeptos do Estádio monumental

 

De: Fernando Ramos - 79

78 - O MURMÚRIO DA MULTIDÃO

01.06.18, aguiapoeta

 

 

O murmúrio da multidão

 

Ao fim da tarde quando o sol se despede no horizonte

Ouço distante o murmúrio dos adeptos vibrando

Observando as nuvens vejo a Águia lá bem longe

Que me vem dizer que o murmúrio é a multidão amando

 

Já noite, a lua vem clareando o Estádio de imensidão

E vai sorrindo prós adeptos com brilho duma serenata 

De emoção sinto um apertozinho no coração

Lembrando que a minha paixão é de ouro e prata

 

Será que de momento sou feliz por não estar ali

Será esse um enorme erro que fiz

Mas mesmo longe minha felicidade é enorme

 

Porque toda a vida o Benfica é a minha flor de liz

Com ele, sempre mas sempre sou feliz

Mas agora, não estar no Estádio é minha pouca sorte

 

De; Fernando Ramos   -   78