Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ÁGUIA POETA

A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL

ÁGUIA POETA

A ÁGUIA É LIVRE E LIVRE VOA NO CÉU DA CATEDRAL

98 - VOO PERFUMADO

04.08.18, aguiapoeta

  

 

VOO PERFUMADO


Observar o voo da Águia imperial

São factos na passagens da vida

E detalhes dum mundo racional

Que empolga a multidão embevecida


Nesse deslumbrante estádio circular

Assiste-se em paz ao voo esperado

E num suave pousar espectacular

A águia depenica o manjar conquistado


E dado esse voo por terminado

As camisolas berrantes entram no palco

P´ra mais um bom pedaço desejado


P´los adeptos que ensaiam seu grito alto

P´ra festejar o golo, que é um divino fado

Na perfeita vitória tida, num voo perfumado


98 - Fernando Ramos